Blogs da familia


A década de 2000 foi marcada por uma reestruturação geral na programção infantil. Programas de sucesso e até mesmo canais inteiros foram ao fim, acompanhados de produções de gosto duvidoso e a mudança do estilo da programação em geral.

 


Quem não lembra da década de 90 e os incríveis desenhos exibidos pela Manchete (japoneses) Globo e SBT? E falamos aqui da TV aberta. Na fechada, Cartoon Network, Nicklodeon e o glorioso Fox Kids traziam programação de qualidade e entretiam todas as crianças daquela geração.


 

Porém na mudança do milênio as coisas mudaram. Aquelas crianças cresceram e começaram a ver aquela programação de qualidade que tinham desaparecer.
Muito falam que a qualidade não caiu, e que foram as próprias crianças que ditaram as mudanças. Hoje o foco total das produções gira em torno de sitcons de comédia adolescente e desenhos descompromissados, sem uma sequencia ou história formada.

 


O próprio Cartoon Network que já foi refêrencia em trazer desenhos de qualidade, fossem eles americanos ou japoneses, transmite hoje milhares e milhares de reprises de Ben 10, seu carro chefe.Boomerang e Nicklodeon concentram investimentos e esforços em torno de séries estreladas por cantores mirins ou gemêos sem graça, como Jack e Josh.

O Fox Kids foi sendo mudado violentamente, até se tornar primeiro Jetix e depois e depois o sem-personalidade Disney XD.

Desde então os assinantes de TV por assinatura vão sendo massacrados, como no caso do Animax, que era a maior promessa da década. Depois de se tornar Sony Spin, caminha hoje para a extinção de todos os seus animes.

A TV aberta querendo ou não, é alimentada pelo que é trazido pela TV fechada. Sempre foi assim. E não adianta fechar os olhos para o que é transmitido pela Globo ou SBT, pois é a programação que atinge a maior parte das crianças no país.

Claro que não é tudo que pode ser jogado fora nessa década. Para quem sabe procurar, principalmente pela internet ou comprando DVDs, animes de qualidade também foram feitos. Seria um desrespeito não citar Naruto ou One Piece. Mas isso não é tão bom quando olhamos e percebemos o descaso dos canais em dar continuidade nessas grandes produções. 

Hoje lutamos para que os canais toscos que temos, ganhem uma versão HD.

Mas será que nós e os mais jovens precisam mesmo assistir a mesma programação ruim em alta definição? É o bastante?

O Disney Channel HD e o próprio Nick HD estão aí nas operadoras e não me deixam mentir: programação multicast com praticamente 80% de tudo o que passa em SD. Ganho? Evolução?
Que nada, pura enganação. E preços maiores.

Postar um comentário

 
Top