Blogs da familia

Existe vários questionamentos de pessoas que querem instalar o kit carona mas estão tendo dificuldades para achar os SATELITES, simplesmente por que acabam não entendendo em que posição está o satélite/LNBF que vai ficar de carona na antena, em relação ao satélite/LNBF que está no ponto central da antena.

Então vamos lá, vamos entender de uma vez por todas qual é a lógica dos satélites no céu e qual é a lógica do kit carona.

Vamos levar em consideração que APONTAR uma antena parabólica seja a mesma coisa que você sair para fora da sua casa e se pudesse enxergar os satélites a olho nu, apontasse o seu dedo para o satélite que você quer captar.

Se você pudesse ver os satélites para televisão a olho nu, como você os veria no céu?

Os veria em uma fila no céu, que começa próxima de onde nasce o sol e morre próxima de onde morre o sol.

Agora vamos imaginar que essa fila fosse representada por um arco íris, que vai de próximo de onde o sol nasce até próximo de onde o sol se põe, se o arco íris fosse composto de apenas uma linha / cor, todos os satélites estariam alinhadinhos e em uma altura semelhante, mas como o arco íris é composto de várias cores, corresponde a que satélite até obedecem à fila uma ao lado do outro ao longo do arco íris, mas só para contrariar eles variam de uma cor ou outra, o que dá uma pequena diferença na altura entre um e outro satélite.

No entanto, pense em você olhando para este imenso arco íris no céu, a lógica é que o satélite que está no início do arco íris estão numa posição mais baixa no céu (Intelsat 1002 em 1W), o satélite que está no meio do céu está numa posição mais alta no céu (Intelsat 1R em 50W) e o satélite que está no fim da fila está também numa posição mais baixa no céu (Satmex 5 em 116,8W).

Você pode traçar um arco com seu braço começando do início do arco íris, Intelsat 1002 em 1W, vai subindo fazendo um arco, passa pela posição mais alta do arco íris, Intelsat 1R em 50W, e vaí até o ultimo satélite da fila, Satmex 5 em 116,8W.

Ok, até aí tranquilo? Pois bem, Vamos imaginar que sua mão direita é o Intelsat 1002, a cabeça é o Intelsat 1R a mão esquerda é o Satmex 5.

Se nós tivéssemos uma antena tão grande que pudessemos colocar os três de carona, sendo que o satélite que vai ficar com a posição central da antena, o APONTAMENTO principal seria o Intesat 1R, como faríamos?

Ok, para saber vamos imaginar mais ainda, os satélites lá no céu são canhões de raio laser e é possível ver a luz que vem deles e a minha antena é um espelho em forma de um prato.

Como eu apontei minha antena para o satélite Intelsat 1R, para o Intelsat 1002 conseguir jogar o laser na minha antena ele vai jogar a luz do laser da direita para a esquerda, senão ela não chega, e como a antena tem que ficar virada para cima, por que a cabeça está bem mais no alto que a mão direita, então o raio laser vai refletir como vindo do Intelsat 1002?

Vai refletir da direita para esquerda e de baixo para cima.

A lógica então é que todos os satélites que estiverem do lado direito do Intelsat 1R 50W vão refletir de baixo para cima da direita para a esquerda, e todos os que estivem a esquerda do Intelsat 1R também vão refletir de baixo para cima e da esquerda para a direita.

Para saber se o satélite está mais alto ou mais baixo que o outro, basta olhar na elevação que a calculadora de apontamento do Dishpointer te mostrar, 70° de elevação é a posição mais alta no céu, se um satélite está numa posição mais alta ele vai refletir de cima para baixo, ou seja, no kit carona, o LNBF para ele tende a ficar mais baixo que o LNBF do foco central da antena.

32°W de elevação é uma posição mais baixa no céu, se o satélite está nesta posição, no kit carona ele vai refletir de baixo para cima, ou seja, o LNBF para ele tende a ficar mais alto que o LNBF do foco central da antena.

Agora em relação à posição do LNBF, 1W está na extrema direita e 116W está na extrema esquerda, no kit carona, se invertem as posições, se o satélite que se quer colocar na carona tem posição no céu de número maior que o que está no foco central da antena, então ele vai refletir da esquerda para a direita, e o LNBF dele no kit carona tem que ficar na direita.

Se o número for menor que o do satélite que está no foco central, a posição do LNBF no KIT carona fica sendo na esquerda, pois ele vai refletir da direita para a esquerda.

Espero que vocês possam ter conseguido visualizar melhor como se encontra os satélites no kit carona, mas a melhor forma mesmo de entender é ler o texto de novo, e desenhar numa folha de papel o que vocês estão lendo, pois aí sim vão entender a lógica do KIT CARONA por completo.

Postar um comentário

 
Top