Blogs da familia

Parece brincadeira, mas é verdade,

É  possível usar um guarda chuvas como antena parabólica e existem sim, antenas parabólicas profissionais que se fecham da mesma forma que guarda chuvas e inclusive são feitas de material muito parecido com o de guarda chuvas, mas mais resistentes.
Mas hoje vamos falar da gambiarra mesmo, daquela antena que você pode fazer para testes e para diversão.
Uma antena parabólica de foco central, ou focal point, que é a mais comumente usada para Banda C quando feita com telas, ou para Banda KU quando feita de chapa, em tudo lembra um guarda chuvas, a maior diferença de formato é que a antena parabólica tem o formato mais raso que um guarda chuvas.
No entanto o formato não se difere tanto assim, apontando o guarda chuvas para o céu ele vai refletir as ondas para uma posição central, se as pétalas dele forem feitas de um material reflexivo.
Como dissemos, o guarda chuvas é mais fundo que a antena parabólica, o que isto representa é muito simples, no caso do guarda chuvas o LNBF tem que ficar mais próximo do guarda chuvas. A antena parabólica industrializada, mais rasa, o LNBF fica mais distante do prato da antena. Ao tentar usar um guarda chuvas para apontamento, preste atenção a este fato.
O que isto vai significar, também, é que, no guarda chuvas, haverá uma perda mais acentuada de sinal, pois além das pétalas não refletirem o sinal tão bem quanto uma antena profissional, por não terem um material reflexivo tão liso ou tão efetivo, quanto mais próximo o LNBF fica do prato, ou bacia, do guarda chuvas, maior a perda do sinal.
Quanto à questão de se colocar o LNBF é muito simples, pois não há outro local para se colocar o LNBF numa antena de foco central, no caso, o guarda chuvas, senão no meio da antena, utilizado a haste do guarda chuvas como braço do LNBF, você vai distanciando o LNBF do prato do guarda chuvas até encontrar o sinal.
E como você vai encontrar o sinal com um guarda chuvas? O ideal é que você tenha uma antena apontada para o satélite que você quer captar, para servir de referencia de apontamento para você, e aí com o receptor ligado em um canal que você tem certeza que existe, adapte o guarda chuvas, coloque o LNBF nele e segurando ele com as mãos como se estivesse mostrando a bacia para o céu, procure o sinal com calma, se não encontrar, vá tentando ajustar o LNBF na haste do guarda chuvas.
Vale lembrar que se você cobrir as pétalas do guarda chuvas com um material reflexivo, como uma manta de subcobertura de telhado por exemplo, o poder reflexivo dele vai aumentar muito. Eu aconselho que o material de reforço reflexivo fique por trás da pétala do guarda chuvas pois se ele ficar exposto ao sol pode refletir os raios solares para dentro do LNBF diminuindo a qualidade do apontamento, pois quanto mais quente trabalha o LNBF menos qualidade de sinal se tem.
Vale lembrar que este tipo de apontamento que estamos falando aqui é para um quebra galhos ou diversão, vale a pena testar isto como brincadeira e ir se aprimorando pois uma hora este tipo de gambiarra pode te tirar do sufoco.
Confira abaixo fotos de algumas antenas parabólicas guarda chuvas para se inspirar no negócio.







FONTE  GPSPESQUIZA

Postar um comentário

 
Top