Blogs da familia


Hoje 19 de janeiro promotores federais em Virgínia fecharam o site Megaupload.com sob a alegação de que o site já provocou um prejuízo de US$ 500 milhões ao compartilhar filmes e músicas. Os executivos do site de compartilhamento do Megaupload foram presos.

Entre os famosos que já disponibilizaram seus trabalhos livremente ao site estão Kanye West, Alicia Keys e Kim Kardashian. O grupo chegou a gravar um vídeo de apoio à companhia, mas que foi retirado do ar pelas gravadoras. A página empregava mais de 155 funcionários foi fundado pelo criminoso cibernético Kim Schimtz, mais conhecido como 'Kim Dotcom'.

Antes de ser retirado do ar, o site chegou a publicar uma nota afirmando que as acusações que ele estava recebendo por infração de leis dos direitos autorais eram "extremamente exageradas".

Durante o dia, milhares de pessoas por todo o mundo demonstraram sua indignação com o corte do site. No Twitter, o nome do veículo de download e hospedagem manteve-se entre os três mais comentados. Alguns internautas tratam a ação dos Estados Unidos como um "abuso contra os direitos democráticos da internet", outros afirmam que a medida impõe uma regressão à tecnologia.

As acusações incluem violação de direitos autorais e conspiração para realizar extorsão, violação de direitos autorais e lavagem de dinheiro.

Dotcom, Batato, Ortmann e outro indivíduo foram detidos em Auckland, Nova Zelândia, por autoridades locais nesta quinta-feira, disse o Departamento de Justiça dos EUA. Echternach e dois outros continuam em liberdade.

As acusações emergem em um momento em que o Congresso norte-americano tem dificuldades em função de legislação promovida pelas indústrias do cinema e da música para reduzir a pirataria online e o roubo de conteúdo. Grandes sites como o Google e o Facebook se opuseram e afirmaram que, da maneira como a legislação foi redigida, ela levaria à censura.

fonte : hip hop noticias

Postar um comentário

 
Top